sexta-feira, 6 de março de 2015

Comemoração do Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância

           Clube Europeu do AECA associa-se a esta iniciativa

Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e a Câmara Municipal de Braga decidiram, pela primeira vez, associar-se, juntas, à comemoração nacional do Mês dos Maus Tratos na Infância – Abril -, à semelhança do que acontece há cerca de 40 anos nos Estados Unidos da América e, mais recentemente, em diversos países europeus, visando sensibilizar e envolver a sociedade na prevenção dos maus tratos na infância. E vão fazê-lo, promovendo duas iniciativas:
1) A distribuição de um calendário com sugestões de atividades a serem desenvolvidas pelos pais com os filhos durante o mês de abril;
2) Uma caminhada, envolvendo crianças, jovens e adultos, a realizar no centro da cidade de Braga, na tarde do dia 18 de abril. 
Estas iniciativas constam do seguinte:
1.      Construção de um laço azul, símbolo da campanha, de dimensão bem visível, em material resistente a condições climatéricas desfavoráveis, com a identificação do agrupamento ou escola e mensagem(s) alusiva(s) aos direitos das crianças, a ser dependurado em árvores, ou outros suportes, existentes no percurso da caminhada. 
2.      Colocação dos laços nas árvores, durante a manhã do dia 18 de abril.


 O que é o Laço Azul?
      O movimento Laço Azul teve origem na Virgínia, nos Estados Unidos, em 1989. Nesse ano, Bonnie W. Finney divulgou a história trágica dos maus tratos infligidos aos seus dois netos. Para despertar consciências e sobretudo suscitar questões, a avó atou à antena do seu automóvel uma fita azul, a cor das nódoas negras dos seus netos, um deles morto por maus-tratos, de forma brutal. A fita servia de mote para contar os acontecimentos dramáticos e alertar para a problemática dos maus tratos na infância. Esse primeiro laço deu origem a um movimento, que rapidamente ganhou dimensão mundial.

Sem comentários:

Publicar um comentário